As vantagens da construção modular

É fato que as construções não são mais como antigamente. São diversos novos materiais disponíveis no mercado e também novas técnicas, cercadas de ajuda tecnológica, como a construção modular.

O modelo faz parte de um novo processo construtivo dos pré-moldados e pré-fabricados. Dentro dessa prática, as peças da estrutura já vem montadas. Apesar de novo, são muitos os benefícios deste tipo de construção. Para vocês entenderem melhor, trouxemos vantagens sobre o modelo.

Mais rápido

Em vez de demorar meses e até anos de trabalho, com este tipo de produto, os projetos são concluídos com mais rapidez. Isso ocorre pelo fato de que a construção modular acontece ao mesmo tempo que o trabalho é feito no local.

Mais segurança

A técnica reduz  os riscos de acidentes aos trabalhadores durante as obras.

Menos resíduos

O processo da construção modular gera menos resíduos.

Custo Reduzido

De acordo com o site Autodoc, a construção modular reduz a geração de entulhos e o desperdício de materiais em até 1/3, o que também contribui para a redução de custos.

As névoas da cozinha!

Há diversos privilégios em viver em um século com tanta tecnologia. São robôs que fazem a limpeza da casa sozinhos, eletrodomésticos com melhor performance e até opções para tirar aquela fumaça e o cheiro horrível de fritura da casa.

Se você mora em uma casa com grandes janelas, talvez não tenha que lidar tanto com esse problema. Já os que moram em apartamentos pequenos, não tem esse sorte. Independente de esses grupos você se encaixa, temos certeza que as coifas podem ajudar.

Os aparelhos ajudam na eliminação de odores do meio ambiente. Colocados em cima do fogão ou cooktop, eles podem ser encontrados em quatro modelos:

Embutido

O estilo embutido é para quem prefere que o item passe despercebido no meio ambiente. A peça aparece de forma bem discreta, fazendo parte da decoração.

Suspensas

Este modelo é perfeito para quem gosta de um estilo mais moderno. Colocados, assim como o nome sugere, de forma suspensa, ele consegue trazer elegância para a cozinha.

De parede

Talvez esse seja o mais tradicional entre os outros. Instalados bem próximo a parede, pode ser encontrado em diversas versões, dos pequenos aos gigantes.

Ilha

Popular nas cozinhas norte-americanas, um coifa ilha é indicada para os balcões que ficam no meio da cozinha.

E essa paredinha sem graça ai?

O mundo da decoração é cheio de novidades. O mais bacana disso, é que não é preciso gastar muito para acompanhar certas tendências. Com o crescimento do estilo DIY – faça você mesmo -, ficou ainda mais fácil mudar espaços.

Talvez você ainda não conheça essa técnica, mas podemos afirmar que ela é simples de usar. O Stencil para parede é usado para aplicar um desenho ou ilustração em alguma superfície, como a parede.

Para sua aplicação, há a opção de usar tinta ou aerossol. Como núcleos são por sua conta. Tem quem adora um tom pastel e também o que amam um cor mais viva. A transferência da coloração é feita através do corte ou perfuração em papel ou acetato.

Apesar de fácil, é necessário atenção na hora da pintura. Por ser feito com papel, é preciso garantir que o molde esteja na posição certa, afinal, ninguém quer um desenho torto na parede, não é?

Se você é aqueles que gostam de fazer tudo, então pode criar o próprio molde com apenas quatro itens: água sanitária; caneta para CD; desenho escolhido para o estêncil; e chapa de radiografia. Já se a escolha é por praticidade, eles estão disponíveis em diversas lojas, em vários modelos.

Kooktop ou fogão: Onde cozinhar?

Os eletrodomésticos para a cozinha estão cada dia mais modernos. Com a intenção de facilitar ainda mais a vida das pessoas, esses itens contam com novas tecnologias que deixam tudo mais simples.

O fogão, conhecido como o coração desse ambiente, também deve ser escolhido com cuidado. Você sabe quais são as diferenças, por exemplo, do convencional para o famoso cooktop: Tem muita gente que não conhece. Por isso, trouxemos algumas informações sobre cada um para você entender melhor.

Cooktop

Esse modelo é ótimo para quem quer economia de espaço e um design moderno. Com opções a gás, elétrico e por introdução, ele é fácil de instalar e também de limpar. Uma das poucas desvantagens no produto é a falta de um forno. Ao contrário do convencional, essa parte é vendida separadamente, podendo ser encontrada a gás e elétrico.

Fogão

O rei do mercado, é o clássico da cozinha brasileira. De fácil – ou quase nenhuma – instalação, ele é encontrado na versão a gás, com acendimento automático e, diferente do cooktop, vem com forno embutido. O custo-benefício também é um diferencial do modelo.

Antes de decidir qual a melhor escolha para sua casa, pense muito no espaço, se há necessidade de um forno a gás, valor que quer investir e também na decoração que você quer para sua cozinha.

Boiserie da França para sua casa

A boiserie é uma técnica do século XVIII, que insere molduras na parede, trazendo mais elegância e charme para os ambientes. Podendo ser usado em basicamente qualquer cômodo, mas principalmente em quartos e salas, o revestimento é feito com madeira, gesso ou até cimento queimado.

A primeira opção é para os que gostam de deixar o espaço com estilo mais clássico. A madeira, apesar de exigir mais cuidados para conservação, é pintada da mesma cor da parede a qual foi instalada.

Se a prioridade é menor custo, sem deixar a qualidade de lado, então o gesso é uma ótima escolha. Com ele, é possível promover um espaço mais elegante, charmoso e até moderno, sem gastar muito. A escolha da cor também fica a critério de cada um.

Se o desejo for por um espaço mais moderno e cheio de estilo, opte pelo Boiserie feito com cimento queimado. Para um resultado mais eficiente, com um toque retrô e estiloso, faça a coloração da parede que irá receber a técnica com a mesma cor.

Existem diversos tutoriais de como instalar o Boiserie na internet. Com poucos materiais, é possível transformar o seu ambiente. Use e abuse da criatividade e das cores também.

Então é Natal no mundo DIY

O Natal é um dos momentos mais importantes do ano, principalmente para os amantes da decoração. É nessa época que fica liberado encher as casas de luzes, árvores e também enfeites.

Pensando nesse pessoal que não perde uma chance de colocar a mão na massa e criar algo personalizado, selecionamos 3 ideias de peças que podem ser feitas em casa, com poucos materiais.

Árvore de natal de paletes

Apesar de  parecer uma ideia estranha à primeira vista, esse é um dos modelos mais modernos e estilosos de árvore de natal. Com poucos itens e muita criatividade, essa é uma ótima opção para quem não quer gastar muito nesse natal.

Enfeites com palito de sorvete

Para este, você irá precisar de palitos de sorvete, como o próprio nome sugere, tinta, algodão e cola branca. Você pode decorar conforme sua criatividade!

Vasos com pisca-pisca

Mais fácil que essa dica, só duas delas. Para essa peça você precisa de um vaso ou garrafa transparente, pinhas e luzes. É só colocar os dois últimos itens dentro do recipiente e pronto! Essa decoração fica ótima em cima de mesas e aparadores.

Dicas para manutenção de móveis

A manutenção correta e feita regularmente é o segredo da durabilidade dos móveis. Cada item exige um cuidado diferente, ou seja, não dá pra limpar o sofá com o mesmo produto que limpou o vidro.

Para as peças de madeira, opte por usar panos macios e secos. Se possível faça a limpeza ao menos quatro vezes por semana, e duas vezes ao ano aplique cera de carnaúba. Apesar de popular, produtos como lustra móveis, sapólio e solvente, não são a melhor escolha.

Os produtos de vidro, assim como os de madeira, necessitam de limpeza com panos macios e secos. Existem algumas soluções específicas para a manutenção, que podem ser encontradas em diversos comércios. Evite o uso de produtos de estilo mais cremoso, eles podem ocasionar manchas devido a não absorção.

Já para os de fórmica ou laminado melamínico, o pano pode estar levemente úmido durante o uso. Deixe a cera e os produtos à base de silicone de lado, o uso de detergentes neutros e álcool doméstico são a melhor escolha para a limpeza.

E por último, mas não menos importante, temos algumas dicas para a manutenção dos tecidos, como sofá. A limpeza deve ser feita regularmente, uma vez na semana, com o auxílio de aparelhos, como o aspirador de pó. Uma manutenção mais pesada e eficiente pode ser feita por profissionais especializados.

Cerâmico, concreto ou vidro: Qual a melhor escolha?

Entre os itens básicos para construção de uma casa, apartamento ou comércio está o tijolo. Na hora de escolher o produto certo, é ideal que alguns fatores sejam levados em conta, como a necessidade do cliente, orçamento disponível, clima de onde mora e também a resistência do material. 

Antes de optar por um modelo, é necessário saber se é de qualidade, seguro e também se combina com o estilo do projeto idealizado para cada cliente. Existem hoje no mercado, diversos tipos de tijolos, dos cerâmicos, passando pelos de concreto e até os de vidro

O primeiro é o modelo mais comum e pode ser encontrado na maioria das construções. Ele, que serve para vedação, está disponível em vários tamanhos e é feito a partir da queima da argila. As cores podem variar de clara, quando cozida, e escura, em casos de recozimento.

Além do uso para criação de estrutura, alguns ainda podem ser utilizados na criação de lajes. 

Dentro deste grupo de cerâmicos estão os tijolos baianos, laminados, maciços e ecológicos . O baiano é velho conhecido das construtoras. Com 8 furos em cada peça, ele tem ranhuras que ajudam na hora de aderir a argamassa. Já o laminado, é mais charmoso e usado normalmente para montagem de churrasqueiras. 

Se o ambiente for baseado em modelos industriais, rústicos e minimalistas, os tijolos maciços podem ser a escolha ideal. O item, que está dentro do grupo de tijolos à vista, é excelente para quem deseja um isolamento acústico eficiente e também resistente.

Os ecológicos são uma tendência cada vez mais forte. Com as pessoas mais preocupadas com o meio ambiente, esse modelo pode ser a pedida perfeita. Fabricado sem nenhum tipo de queima e liberação de gases tóxicos, ele não necessita do uso de vigas e pilares de sustentação para se conectar a outros tijolos.

Os tijolos de concreto são melhores para quem deseja mais resistência e melhor isolamento acústico. Usados em construções de grande porte, como prédios, eles são feitos a partir da mistura de cimento, areia, agregado, aditivo e água. Também, assim como os de cerâmica, são utilizados para vedação e ficam incríveis para projetos minimalistas. 

O tijolo ou bloco de vidro entra no grupo dos bons para decoração. Com um design diferenciado e moderno, eles são perfeitos para quem deseja maior luminosidade. Ele também é uma ótima seleção para quem quer fazer meia-parede. 

Com que cuba eu vou?

O mercado está cheio de novidades. Todos os dias são várias novas tendências lançadas e é quase impossível não deixar nenhuma delas passar sem ser notada. Um dos itens essenciais dos banheiros é também um dos objetos que estão sempre se modernizando.

As cubas são uma parte importante da casa e estão disponíveis em diversos tamanhos e cores. Cada peça tem um toque diferenciado, trazendo estilo, personalidade, charme e elegância para o ambiente.

São tantas opções que fica até difícil de escolher. Por isso, para te ajudar a sanar as dúvidas, trouxemos alguns modelos, que variam desde design e facilidade de instalação até preços.

Cubas de embutir

Começando por uma das mais tradicionais, a cuba de embutir é colada na parte de baixo da bancada. O item é conhecido pela fácil manutenção e limpeza. É importante observar, antes de adquirir uma, o tamanho do banheiro. Esse tipo exige uma bancada larga com área de fixação e ocupa um grande espaço, sendo recomendada então para banheiros maiores.

De apoio

Conhecida por sua funcionalidade, leveza e estilo, esse tipo de cuba é uma ótima opção para banheiros menores. Podendo ser encontrada em diversos formatos e designs, ela necessita apenas de um pequeno recorte para escoar água e deve ser colocada sobre a bancada

Semi-encaixe

Se o seu ambiente é mais estreito, vale optar pela cuba semi-encaixe. Nesse modelo uma parte do objeto fica para fora da bancada e a outra dentro.

Parede

O modelo mais econômico do mercado é a de parede. Além de serem de fácil instalação, sendo fixadas diretamente na parede, elas também são ótimas para espaços pequenos, como lavabos. 

Esculpida

Trazendo charme e elegância, a cuba esculpida é feita do mesmo material da bancada. Virando uma peça única, ela traz um visual mais sofisticado e clean para o ambiente. Para esse tipo, é recomendado que seja feito sob medida. Um dos pontos legais é que o recorte do ralo é quase invisível. 

Não compre um chuveiro antes de ler nossas dicas!

O banho é um dos momentos mais relaxantes do nosso dia. Seja de manhã, para dar aquela animação ao acordar ou à noite, depois de um dia longo de trabalho, é nele que podemos descansar o corpo e a mente.

E se eu te dissesse que a experiência pode ser totalmente diferente dependendo da escolha do chuveiro, você acreditaria? Pois é, há vários pontos a serem observados antes de adquirir um aparelho como esse.

Gás ou elétrico:

Se você quer sentir a sensação de massagem, então a escolha certa é o chuveiro a gás. Com ele, é possível ter uma pressão maior, o que ocasiona maior conforto e relaxamento. Outro ponto importante nesse tipo é a economia de energia, pois seu aquecimento é feito com gás, não por eletricidade.

Já o chuveiro elétrico, apesar do consumo de energia, requer menos espaço para instalação. Além disso, são mais fáceis e baratos de encontrar nas lojas, e não necessitam de profissionais especializados.

Vazão

A capacidade de fornecimento de água é outro que deve ser levado em consideração de acordo com cada objetivo. Podendo variar de 6 a 60 litros por minuto, ele depende do modelo escolhido no momento da compra.

As informações sobre a vazão são normalmente disponibilizadas pelos próprios fabricantes nas descrições do produto. Deve-se atentar qual a pressão necessária para que o aparelho funcione corretamente.

Teto x parede

Na maioria das casas o modelo presente é o de parede. Eles são mais comuns e são encontrados com opções com ou sem tubo, sendo que a primeira pode variar de tamanho. Quanto menor o box, a melhor escolha é menor o tubo.

Já o de teto, depende do tipo de instalação hidráulica de cada casa. Se você está construindo e tem vontade de ter esse modelo do aparelho, então deve optar pela instalação que provenha do teto. Esses chuveiros são ótimos para aproveitamento de espaço e também conforto.

Espalhador

Nome diferente, não é? O espalhador é a parte de baixo do chuveiro, local por onde sai a água.

O tamanho dele influência na área coberta, ou seja, quanto maior, mais abrangente ele será.

Se você conta com pouca pressão na sua casa é melhor optar por espalhadores menores, já se a pressão for grande, sinta-se livre para a compra de modelo maior. 

Design

Parece superficial, mas a escolha do design do chuveiro é importante. Não adianta montar um projeto incrível de um banheiro e no fim colocar um aparelho sem graça. Sabendo dessa necessidade, as fábricas estão cada vez mais investindo em modelos modernos e cheios de elegância. 

Não tenha pressa, faça um planejamento e procure por opções que sejam de acordo com o seu gosto e também seu bolso.