Tipos de Iluminação

Quando escolhemos a iluminação que vai compor os cômodos do imóvel, alguns cuidados precisam ser tomados para que o ambiente não fique com alta intensidade de luz ou ocorra falta dela. Assim, é necessário que haja a equilíbrio, harmonia e boa distribuição das luminárias para alcançar um nível ideal.

Por isso, vamos falar sobre alguns conceitos básicos e os tipos mais comuns de iluminação. Confira!

Luz difusa

Neste tipo de iluminação, como o próprio nome já diz, por meio de um difusor, normalmente de vidro ou acrílico, a luz é distribuída no ambiente de forma suave, fazendo com que o brilho seja reduzido, sem perder o poder de iluminação.

Sua função é iluminar, sem criar muitas marcações de sombras. Por isso, é uma possibilidade visualmente mais confortável e com boa claridade.

Luz direta

A luz direta incide sobre alguma superfície. Ela é muito utilizada para destacar peças decorativas, como quadros ou esculturas que compõem o ambiente, ao mesmo tempo em que contribui na iluminação de mesas e escrivaninhas.

Sua forte incidência de luz exige alguns cuidados na escolha, já que elas podem criar muitas sombras e tendem a ser visualmente cansativas ao local.

Luz indireta

Já a luz indireta, é um tipo de iluminação refletora. O intuito é criar um efeito mais suave. Em contrapartida ao difusor, neste caso, a luz é direcionada para alguma superfície para ser refletida em outras direções, criando um excelente efeito visual, além de trazer mais possibilidades e soluções diferenciadas em relação à iluminação.

Para a iluminação geral de um ambiente, o mais coerente é combinar todas as possibilidades, deixando o ambiente confortável e com uma iluminação eficiente. Hoje em dia, existem diversas opções no mercado que possibilitam milhares de combinações. Se ainda estiver em dúvida, consulte um arquiteto de confiança para ver mais modelos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *