Encanamento possui diversas configurações no planejamento

 

Ao construir um imóvel, o planejamento das diversas instalações básicas é fundamental para garantir um serviço bem feito e duradouro. Isso vale também para a rede de encanamentos, já que qualquer reforça nesse sistema, é necessário quebrar alguma parede ou piso.

O plano do encanamento, então, começa com muito estudo para identificar as necessidades de cada cômodo e do imóvel como um todo. Além disso, é preciso alinhar as expectativas, gastos financeiros, materiais e o custo-benefício de todo o trabalho.

Já na hora de instalar, os encanadores escolhem um dos três layouts básicos desse sistema.

O primeiro deles é o “tronco e ramos”. Essa configuração é bastante comum, pois consistem em um tubo primário que irá distribuir água para as ramificações que forem acrescentadas a ele. Os principais benefícios desse modelo é que há a entrega rápida de água aos cômodos e capacidade de fornecer água de alta pressão para pelo menos um equipamento.

Já no layout de ponto de entrega, os sistemas do imóvel recebem água de um local central. Para que o desempenho seja satisfatório, é preciso que essa referência esteja o mais próxima possível da fonte de água. Os benefícios são semelhantes ao de tronco e ramos.

Por fim, a configuração de combinação é uma união entre os dois modelos anteriores. Neste caso, há um fornecimento de água localizado de forma estratégica e, a partir dele, várias linhas de tronco se estendem, fornecendo água para um agrupamento de encanamento através de tubulação de ramificação. Aqui, há acesso rápido à água e menor uso de acessórios para tubos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *