Grande número de tintas no mercado pode confundir os compradores

O começo do ano é marcado, muitas vezes, pelas construções e reformas de imóveis em todo o país. Isso pode ser explicado pelo que muitos acreditam ser o início de um novo ciclo, portanto, o ambiente em que vivemos também deve estar novo.

Além dessa questão motivacional, há também, claro, o fato de que frequentar um ambiente bonito e aconchegante é extremamente agradável e todos nós merecemos isso em nosso dia a dia tão corrido e atarefado.

Uma das reformas, que podemos dizer, “simples” de se fazer é a pintura das paredes. Embora ela faça certa sujeira, é muito melhor do que aquele quebra-quebra gigantesco e chato, que interdita os cômodos durante vários dias e até mesmo semanas.

Mas aí, quando você decide ir até a loja para comprar as tintas, percebe que tem inúmeros modelos do produto e um enorme ponto de interrogação paira pela sua cabeça. Este post vai ajudar você a diferenciar cada lata.

Tinta látex

Esse é o modelo mais comum de tinta no mercado. Produzida à base de água, ela seca bem rápido, sendo bastante recomendado para ambientes internos, principalmente as do tipo PVA, que permitem ser molhadas. Assim, um pano úmido é o suficiente para realizar a limpeza da parede.

Tinta acrílica

Este é um tipo de tinta látex, mas um composto de resina acrílica é adicionado durante sua fabricação. Isso a torna impermeável, sendo indicada para ambientes externos ou áreas molhadas, como banheiros e cozinhas.

Tinta epóxi

Composta por resina epóxi, ela é altamente resistente à umidade, produtos químicos e abrasão. Além disso, ela adere bem em várias superfícies, como pisos, azulejos, ferros e aços. Este modelo é mais caro e, por não ser solúvel em água, exige que a aplicação seja feita por uma mão de obra especializada. É comum vê-la sendo utilizada em áreas inundadas, como box de banheiro e piscinas.

Tinta esmalte

Substituindo as tintas a óleo, que são tóxicas, este produto também possui um preço mais elevado e tem uma aplicação específica. Sua característica faz com que ela seja recomendada para madeiras ou materiais ferrosos. Em paredes, há grandes chances de que bolhas apareçam.

Tinta verniz

Este composto líquido, depois de aplicado, forma uma fina camada sólida protetora e transparente. Sua aplicação é bastante comum em madeiras dispostas no ambiente externo do imóvel.

Já sabe qual tinta vai comprar? Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar a um vendedor de confiança ou profissional especializado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *