Já ouviu Falar em Iluminação Zenital?

A iluminação Zenital é uma técnica que consiste em proporcionar luz ao ambiente por meio de pequenas ou grandes aberturas criadas na edificação, deixando o imóvel mais claro. Este método pode ser empregado por um motivo estético ou também devido à deficiência de iluminação lateral proporcionada pelas janelas.

Esta também é uma forma muito utilizada para quem busca economizar energia elétrica, pois, devido à iluminação natural proporcionada, é dispensável o uso de lâmpadas durante o dia.

Além disso, alguns modelos no mercado conseguem gerar uma maior ventilação, renovando o ar do ambiente e tornando o clima mais fresco e agradável. Vamos conferir, agora, os tipos da iluminação Zenital.

Shed

Tem a aparência que lembra dentes de serra, alternando a iluminação de acordo com a inclinação. São muito utilizadas em fabricas ou galpões.

Clarabóia

É uma estrutura horizontal, que traz muita elegância ao local, mas possui a tendência de aumentar a temperatura dentro do ambiente.

Cúpula ou Domo

Pode ter um formato mais arredondado, quadrada ou triangular, promovendo um alcance muito grande de iluminação e de maneira mais uniforme.

Átrio

É mais utilizada em construções altas que possuem no mínimo um pé direito duplo. Tem um formato um pouco mais piramidal e é muito comum em edifícios comerciais.

Lanternim

De todos os tipos de iluminação zenital, este é o que mais se destaca no quesito ventilação natural, ajudando a reduzir a temperatura em certos ambientes e captando, geralmente, uma ventilação lateral.

Embora muito bonita e eficiente, esta técnica pode esquentar certos ambientes e exige, também, uma manutenção regular e não muito simples para ser realizada sozinho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *