A versatilidade de um mezanino

O mezanino é uma espécie de plataforma que fica acima do piso térreo. Normalmente, ele é desmontável e aberto, sendo considerado como um pavimento intermediário. Dele, é possível visualizar alguns cômodos da casa, criando uma integração entre os ambientes.

Não existe uma regra que determine qual altura um mezanino deve ter, pois cada município tem suas normas de construção – clique aqui e veja o post que fala sobre este assunto –. Mas o indicado é que o imóvel possua um pé direito – altura entre piso e laje – duplo. Assim, você terá espaço suficiente para aproveitar o novo ambiente.

A instalação do mezanino cria um local muito mais ventilado e iluminado, e dá à sensação de amplitude e interação entre os ambientes, aumentando o aproveitamento da área útil do imóvel.

Além disso, a plataforma pode assumir diversas funcionalidades, como um home office, biblioteca pessoal ou até mesmo um quarto – neste caso, a privacidade não é um problema –.

Vamos conferir, agora, os principais modelos de mezanino!

Mezanino de Concreto

Fabricada com os mesmos materiais usados na construção, este tipo de mezanino dá a sensação de ser uma extensão do imóvel, criando um visual estético muito interessante. Por outro lado, este método é mais lento para ser finalizado, demanda mais mão de obra e gera bastante sujeira.

Mezanino de Madeira

Este mezanino cria um aspecto rústico muito bonito e moderno, sua instalação é rápida e faz pouca sujeita durante a obra. Sua desvantagem está no custo dos materiais, já que a madeira tem um preço alto no mercado.

Mezanino Metálico

Normalmente é o material mais econômico para a construção de um mezanino, pois seus elementos são praticamente todos pré-moldados, se encaixando facilmente na obra e criando uma ambiente mais industrial, com características mais urbanas.

O mezanino é uma ótima forma para você aumentar um espaço e até “criar” um cômodo novo em seu imóvel. Contate seu arquiteto para planejarem juntos a construção, e aproveite a grande ajuda no site do clic da obra!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *