Os três tipos de cloro

O produto mais conhecido para o tratamento e manutenção da água da piscina é o cloro. Mas o que poucos sabem é que o mercado oferece diferentes variações deste produto e com especificações bem diferentes.

Dos três modelos, vamos começar falando do cloro orgânico e inorgânico. Ambos fazem o mesmo trabalho, mas o que diferencia eles quimicamente é que o primeiro possui cadeias de carbono, enquanto a segundo não.

Na prática, essa cadeia faz com que o cloro inorgânico seja recomendado para piscinas que ficam instaladas em ambientes fechados. Já o orgânico, é indicado para as que ficam ao ar livre, já que é muito mais resistente à degradação causada pelos raios solares.

O terceiro modelo encontrado no mercado é o cloro estabilizado. Sua grande vantagem é que, ao entrar em contato com a água, ele libera um composto desinfetante chamado “ácido hipocloroso” e um estabilizante, o “ácido isocianúrico”.

Este estabilizante tem uma função bastante importante, principalmente no quesito economia. Isso porque a água com cloro, em contato com os raios ultravioletas do Sol, perde cerca de 90% de seu resíduo em 3 horas. Com isso, o estabilizante vai auxiliar na diminuição do desperdício do produto. Consequentemente, essas características também são muito boas para piscinas ao ar livre.

Se não conhece o produto, antes de comprar, consulte um vendedor ou profissional especializado para ajudar na melhor escolha para o seu tipo específico de piscina.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *