Produtos podem gerar economia no longo prazo

Uma obra bem feita passa por um orçamento bastante controlado. Muitas vezes, o proprietário não possui uma grande quantia de dinheiro disponível para finalizar a empreitada com os principais produtos do mercado. É nessa hora que os cortes começam a acontecer. Porém, essa economia, nem sempre, reduz custos de fato.


Em imóveis com cozinha e banheiro, a utilização de água é grande e constante. Um sistema de escoamento ineficiente ou até mesmo torneiras e válvulas de baixa qualidade podem levar a um consumo mais intenso de água, terminando com contas bastante altas no final de cada mês. Por isso, opte por metais sanitários, com controle do fluxo de água. Mesmo que sejam mais caras, no longo prazo elas se pagam sozinhas.


Esse mesmo conceito vale também para o consumo de eletricidade. Hoje as lâmpadas incandescentes estão praticamente ausentes do mercado. As fluorescentes ganharam espaço, mas, agora, os produtos de LED são os queridinhos para quem quer economizar energia. É possível encontrar ótimas lâmpadas de LED com preços bem acessíveis. E pode ter certeza, que a economia é garantida na conta de luz.


Os pisos também podem gerar economia a longo prazo. Produtos de baixa qualidade são mais suscetíveis a trincas, perdas de cores e manchas. Com o passo do tempo, eles ficam feios e, eventualmente, uma reforma será necessária. Assim, procure por pisos adequados para a área em que serão instalados e, claro, que possuam uma qualidade boa de resistência à impactos, líquidos, corrosão e intempéries.


Gastar um pouquinho mais nesses produtos vão gerar economia no longo prazo. Embora seja difícil compreender isso logo no início, o arquiteto ou engenheiro podem oferecer dados concretos sobre o consumo e a economia que eles podem gerar!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *