Os tipos de piscina

Neste inverno, você pode estar se perguntando: “Que diabos o pessoal do Clic da Obra está falando sobre piscina?” Realmente, o momento não é propício para fazer aquele churrasco à beira da água, mas logo será. Então, estamos nos adiantando para que, quando chegar o verão, você esteja com seu equipamento de mergulho pronto.

A piscina é o sonho de muitas pessoas, pois, além de ser uma ótima opção de lazer em casa e refrescar nas épocas com temperaturas mais altas, ela deixa o imóvel mais elegante e valorizado no comércio imobiliário.

Você já deve ter visto vários modelos disponíveis no mercado e, provavelmente, ficou na dúvida sobre qual comprar. Então, vamos explicar cada um deles para ajudar você a definir. Confira!

Piscina de concreto

É um modelo muito versátil, que pode ser feito em qualquer formato, tamanho ou profundidade, de modo que sejam mais planejadas e adequadas às condições do terreno.

Nesta opção, por exemplo, pode haver outros atrativos, como um bar molhado, prainha, borda infinita, entre outras ideia, além de ter uma maior possibilidade de acabamentos disponíveis no mercado e melhor resistência mecânica.

Sua desvantagem é o preço, já que este tipo de piscina é a mais cara e mais demorada para ser construída, exigindo uma impermeabilização rigorosa. Outro problema é que ela está sujeita a vazamentos.

Fibra de Vidro

Este modelo possui muita praticidade e rapidez na instalação. Por possuir uma superfície lisa, ela não produz pontos de acúmulos de fungos, bactérias e sujeiras, ficando muito mais fácil de limpar que as piscinas com rejunte. Seu material de fabricação é muito resistente, portanto, não rasga, não enruga e dificilmente possuem vazamentos.

Em contrapartida, por serem modelos pré-fabricados, não dão a liberdade de ser moldada ao terreno, gerando maior dificuldade em encontrar um exemplar que se enquadre nas expectativas do terreno. Além disso, por serem de difícil locomoção, dependendo da região ou localidade, o transporte pode ser prejudicado.

Piscina de Vinil

Este é o modelo que possui o menor custo de instalação, é prática, rápida para ser alocada e possui vários modelos com variadas estampas, que podem ser moldados, assim como a piscina de concreto.

Outra vantagem é que ela dispensa a impermeabilização e revestimento, pois o vinil já faz esse papel. Sua limpeza também é fácil, pois não possui rejunte, evitando o acúmulo fungos e bactérias em pontos específicos.

Sua desvantagem é em relação à resistência, pois qualquer elemento pontiagudo pode perfurar ou cortar o material causando vazamentos. O vinil também pode enrugar com o tempo ou, dependendo do uso do cloro, ele pode desbotar. As emendas do material também podem ficar aparentes, causando uma má impressão.

Agora que vocês já conhecem os principais modelos de piscina disponíveis no mercado, já pode começar a se preparar para o verão comprando a sua!

3 Replies to “Os tipos de piscina”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *