Tem sustentabilidade nas obras sim, senhor!

A sustentabilidade é um dos temas mais discutidos nos últimos anos. Os cidadãos estão cada dia mais preocupados com suas ações e como elas podem ser benéficas ou maléficas para o meio ambiente. Aos poucos, as atitudes vão mudando e a busca por soluções com menos impactos na natureza vão ganhando destaque.

Pensando nisso, mercados de diversas áreas, como no mundo da moda  estão investindo em novas alternativas. Dentro do setor civil não poderia ser diferente. Para você entender melhor, selecionamos algumas das principais soluções que tem como principal objetivo a sustentabilidade na construção civil.

Telhado verde

O telhado verde substitui a cobertura tradicional, feita de aço e cerâmica, e traz um espaço verde na cobertura. Tendo como sua última camada plantas e árvores, este tipo de telhado está entre as novidades sustentáveis. 

Tijolo ecológico

Produzidos a partir de um processo que não necessita de queima, esse modelo evita a liberação de dióxido de carbono na atmosfera. Além disso, alguns modelos podem ser feitos até de garrafas e pneus reciclados. Para sua confecção, é necessário apenas uma mistura de água, terra e uma quantidade pequena de cimento.

Painel solar 

Por ser um recurso sustentável e renovável, o painel solar colabora e muito para a preservação do meio ambiente. Além disso, o processo todo é sem ruídos, ou seja, poluição sonora aqui não tem vez. 

O que não pode faltar na minha obra?

Para que a execução de uma obra tenha sucesso, é preciso planejamento. Antes de começar uma construção é preciso procurar profissionais especializados, calcular possíveis custos diretos e indiretos e, claro, encontrar materiais de qualidade.

Falando em material, sabemos que essa etapa é uma das mais importantes e também mais difíceis na construção. Isso porque além dos preços variados, uma compra não planejada pode ocasionar gastos desnecessários.

Pensando nisso, nós do Clic da Obra, preparamos algumas dicas para você construir uma lista de materiais básicos para sua obra. Para começar, dividimos a obra em 4 etapas: estrutura, cobertura, alvenaria e acabamento.

Estrutura 

A primeira etapa não poderia ser outra.  É ela a responsável por suportar todo peso da construção e garantir a segurança dos futuros moradores do imóvel. Para essa fase, são indispensáveis materiais como: 

  • Pilar
  • Laje
  • Fundação
  • Viga

Alvenaria

A parte de alvenaria é dividida entre estrutural e convencional. A primeira, a estrutural, tem, como o próprio nome já diz, função estrutural, dispensando o uso de vigas e pilares na construção. Já a convencional,  que é mais comum no Brasil, tem somente a função de vedar os vãos das paredes.

Para esta etapa, os materiais indispensáveis são: Emboço, cimento, vergalhão, tijolos, areia, graute, caixas de luz, reboco, tubos de PVC

Cobertura

No Brasil, o tipo de cobertura mais utilizada é o clássico telhado cerâmico. Apesar de ser o mais popular, existem outras opções como: vidro, sape, madeira e concreto. Esse último, é um dos queridinhos do momento.

Adicione pregos, calhas, manta térmica, vigas à sua lista.  

Acabamento

Chegou o momento de escolher as peças que farão parte do acabamento. Para esta etapa, é importante ter em mente que os gastos serão maiores que as outras 3. Além disso, o tempo para finalização também é maior. Isso porque para a última etapa, é preciso a contratação de diversos profissionais como eletricistas, pintores, encanadores e cada um tem o seu tempo de processo. 

Na sua lista, inclua portas, interruptores, canos, pincéis, tintas, azulejos, janelas, entre outros. 

Depois de dividir as etapas e listar os materiais necessários, faça uma pesquisa antes da compra dos itens listados. No site do Clic da Obra, você poderá encontrar os materiais necessários para sua obra, com os melhores preços. 

Quanto custa construir a casa dos seus sonhos?

A casa própria é o desejo de milhares de brasileiros. Enquanto alguns optam por adquirir apartamentos ou casas já construídas,  outros escolhem comprar terrenos e construir a casa dos sonhos. 

Para a construção de um imóvel, é preciso muito, mas muito planejamento. São diversas etapas até que a obra saia da imaginação e vire realidade. Por isso, se você está pensando em construir, mas ainda não sabe por onde começar, nós iremos te ajudar!  

Encontre um terreno

Além de decidir a localização do seu futuro imóvel, atente-se também a alguns detalhes importantes como, área permitida para a construção da casa, desníveis do terreno, e qualidade do solo. 

Planejamento Financeiro

Pesquisou bastante e encontrou um terreno bacana?  Então agora é a hora do planejamento financeiro. 

O cálculo dos custos é uma das fases mais importantes da construção. Imagina só começar uma obra e no meio dela descobrir que o dinheiro acabou? Para evitar essa dor de cabeça, faça, com ajuda de um profissional, um planejamento de possíveis custos indiretos e diretos. 

Dentro dos custos diretos estão: Quantitativo de estruturas, materiais de composição, revestimentos, louças, metais e diversas instalações.

Já nos custos indiretos estão: Consumo de água, energia elétrica, transporte, equipamentos, mão de obra.

Impostos e taxas

Você sabia que existem impostos que incidem sobre os serviços e encargos na obra?  Além disso, também é preciso se atentar a outras taxas que possam aparecer durante o processo de execução das obras.

Encontre profissionais especializados

Se você não é engenheiro, então o primeiro passo é procurar por um. Ele ficará responsável por viabilizar o seu projeto de maneira mais segura. Além disso, é importante poder contar com colaboradores que tenham experiência na área. Pedreiros e eletricistas qualificados são essenciais para o bom desenvolvimento de uma construção. 

Aposte nos materiais de qualidade

Para um obra de sucesso, além de profissionais especializados, também é necessário que o material utilizado seja de qualidade. Por isso, pesquise antes de adquirir um produto. 
Você sabia que através do site do Clic da Obra você pode encontrar os melhores preços de materiais para sua obra? Tijolos, pisos, tintas, itens para revestimentos, cadeiras e muito mais.

A escolha da fundação

Qual Tipo de Fundação Correta? | Clic da Obra

Decidir sobre qual fundação escolher – já falamos um pouco sobre o assunto aqui – depende de uma série de fatores, como o tipo de solo, terreno, componentes do local, características geográficas, porte da edificação, construções vizinha e questões econômicas. Esses itens precisam ser bastante estudados para garantir que a obra será financeiramente viável e que as fundações sejam suficientes para a função exigida.

Continue reading “A escolha da fundação”