Tipos de Rejunte

O rejunte proteje a cerâmica, impedindo que a água penetre entre as peças após o assentamento, completando o espaço entre elas, e harmonizando cores e tons, dando-lhes melhor aparência.

Para escolher o rejunte correto é necessário ver além dos tipos disponíveis, é importante fazer uma projeção de como ficara o rejunte após sua aplicação e sua combinação na gama de cores disponíveis, o ideal é que a escolha seja feita em conjunto com o piso.

Nas áreas internas em que há pouca umidade, como a sala e o quarto, são indicados os rejuntes cimentícios; em contrapartida, para áreas onde há maior umidade, como banheiros, cozinhas, lavanderias ou garagens, o mais indicado é o rejunte acrílico, que evitam a proliferação de fungos, mofo e manchas, além de contribuir para maior durabilidade no acabamento, evitando que as peças estufem.

Já em ambientes em que o contato com a água é intenso, como nas piscinas, o mais indicado é o rejunte epóxi, que além de exercer a função de vedar e barrar a água, também é resistente aos produtos químicos que são adicionados a água durante a limpeza e manutenção.

Para reajuntar quaisquer tipos de peças, garantindo eficiência e impermeabilidade, é indicado que a aplicação do rejunte seja feita somente após a completa secagem do piso instalado, o que em geral acontece em 72 horas.

É importante planejar a aplicação do rejunte, levando em conta os milímetros que serão deixados entre os vãos e o tamanho das peças, para evitar o desperdício de material e garantir um bom resultado — pequenos separadores de plástico que, garantem as mesmas medidas de separação entre as peças podem ser encontrados nas lojas especializadas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *