Três opções para tubulação de gás

Cada vez mais os proprietários estão colocando o sistema de aquecimento a gás em seus imóveis. Além de garantir uma água mais quente e com maior pressão, o equipamento pode gerar uma economia financeira se comparado ao uso da eletricidade.

Porém, para receber esse tipo de sistema, o imóvel precisa ter uma estrutura hidráulica interna preparada para receber o aquecedor de forma eficaz e segura.

Para isso, o proprietário conta com três tipos de tubulação diferentes: aço carbono, PEX e cobre. Vamos ver como funciona cada um deles.

Aço carbono

Esse modelo de cano é indicado onde a pressão exercida sobre a tubulação é maior. Por sua alta resistência, a chance de romper é muito pequena, sendo mais indicado, então, para indústrias. A desvantagem é que esse modelo não pode ser enterrado, pois é facilmente corroído pelos agentes de oxidação.

Cobre

Esse modelo é recomendado para empresas e residências, pois possui grande resistência contra corrosão, podendo ser aplicados no solo, paredes e até mesmo prumadas aparentes. Por outro lado, ele não suporte muitos impactos mecânicos. Assim, sua instalação em paredes frágeis não seja indicada.

PEX

Essa tubulação tem como destaque sua flexibilidade. Com isso, sua instalação é bastante fácil, pois é possível dobrá-lo para dar continuidade ao serviço. Porém, ele apresenta problemas em casa de manutenção futura, pois a troca não é tão simples.

A decisão pela tubulação, de forma geral, depende do projeto estabelecido pelo responsável técnico. Portanto, não é um cano que deve ser comprado sem antes consultar um profissional capacitado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *