O show no CHUVEIRO não pode parar!

Nada como um banho quentinho para relaxar após um dia longo. Ou então, uma ducha rápida pela manhã, para acordar animado para o dia que está começando. Para ambas as situações, a estrela do momento é o chuveiro.

Apesar de muitos pensarem que todo equipamento é igual, existem vários modelos no mercado, com características e indicação de uso diferente. Você sabe, por exemplo, a diferença entre o eletrônico comum e o elétrico? Se ainda não, é bom entender, porque sua utilização pode influenciar diretamente até em gastos extras na conta de energia.

Mas calma, não precisa se preocupar, nós, do Clic da Obra, selecionamos alguns dos tipos mais utilizados nas casas brasileiras e suas principais características. Confira abaixo!

Chuveiro elétrico comum

Se você não tem um modelo desse na sua casa, provavelmente já deve ter passado por algum. Este tipo de chuveiro, que aquece a água com a resistência elétrica, é o mais conhecido e está presente em diversas casas no país. Ele é indicado para casas que recebem água diretamente da rua ou sistemas de abastecimento de alta pressão de água.

Elétrico eletrônico 

O modelo eletrônico conta com dois tipos, os pressurizados e os não pressurizados. A principal diferença é que este primeiro conta com uma bomba, acoplada no equipamento, que auxilia no aumento de pressão da água. Ambos possuem uma haste alongada, que permite a mudança de temperatura durante o banho. Embora o pressurizado permita mais pressão, é preciso atentar-se, porque o consumo de água pode ser maior que o não pressurizado. 

Híbrido

Quer mais economia de energia? Então esse é o modelo certo para você! Se você tem sistema de energia solar na sua residência, o tipo híbrido é uma ótima escolha. Ele funciona das duas formas, com energia solar e também elétrica. 

Solar

Mais sustentável e econômico! O chuveiro solar funciona através de água armazenada em um boiler, um reservatório. Seu aquecimento é feito com a captação do calor do sol por placas que absorvem o calor. 

Este modelo é indicado para cidades em que há temperaturas mais altas e que estas sejam constantes. Por depender do calor do sol, você poderá ter que tomar banhos gelados em dias mais frios.  

Agora que você já conhece alguns dos modelos disponíveis, é só escolher qual é o melhor para sua casa. Lembre-se sempre de checar pontos como: pressão da água, vazão do aparelho, tipos de jato e também facilidade de manutenção e limpeza.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *